sábado, 3 de maio de 2014

Imagine com Niall - Parte 2

Hey meninas >< Vocês comentaram, me deixando mega feliz!! Obrigada <3
Agora, sem mais delongas, aqui está a segunda parte.. Espero que gostem.


Na parte anterior:
  "Larguei o notebook em cima da escrivaninha, e voltei para a cama, deitando e procurando esquecer de tudo e não pensar nas consequências que aquele texto me traria. Até que acordei, por causa de um telefonema..."


"All alone in my room
Waiting for your phone call to come soon
For you, oh, I would walk a thousand miles
To be in your arms
Holding my heart"


  Despertei com a música Be Alrigth, do Justin, tocando em alto e bom som do meu celular, que se encontrava na mesinha de cabeceira.
  Peguei o celular e encarei por alguns segundos o  número desconhecido que aparecia na tela, por fim atendi..
  - Alô? - Minha voz soou um pouco rouca.
  - (S/n).. - A pessoa do outro lado da linha falou meu nome, e nesse segundo, senti meu corpo inteiro arrepiar, e meu coração começar a bater um pouco mais forte.
  - Niall.. - Falei com medo de que minha voz falhasse.
  - (S/n), eu li o texto que você postou.. - Ele parou de falar, e eu só consegui ouvir o zumbido mudo de nossas respirações.
  - L-Leu? - Perguntei, com a voz falhando.
  - Sim. Sempre soube que você escrevia maravilhosamente bem.. - Sua voz era calma e baixa, como eu me lembrava.. 
  - Obrigada.. - Consegui falar.
  - Apenas falei a verdade.. - Ele falou, e senti meus lábios se formarem num sorriso involuntário.
  - Mas.. por que você está me ligando, Niall? - Não consegui controlar essa pergunta.
  - Estou em turnê, então não poderia ir te ver pessoalmente. Por isso liguei.. - Senti uma enorme contradição de emoções, uma verdadeira guerra silenciosa dentro de mim.
  Ao mesmo tempo que eu me encontrava feliz, por estar conversando com ele novamente, aquele antigo buraco em meu peito se abria, e se intensificava a cada instante, com medo de perdê-lo..
  Não consegui falar nada, era como se por um instante, minhas emoções se tornassem tão intensas ao ponto de eu não conseguir nem ao menos entendê-las, me decidi por ficar em silêncio então.
  - Senti sua falta.. - Ele sussurrou do outro lado da linha. - Talvez eu não consiga demonstrar, mas eu te amo.. E só você. 
  - Como você pode ter tanta certeza disso? - Respirei e encarei a parede a minha frente. - Não deixei de acompanhar nenhuma notícia sua, e em cada uma delas, você estava sorrindo, como se o tempo que passamos juntos não fosse nada além de uma diversão..
  Minhas próprias palavras me atingiram como facadas...
  
  - Eu preciso manter o personagem, amor.. - Ele falou tristemente. - Mas longe das câmeras e das pessoas que me cercavam, eu estava igualmente arrasado.. Pois havia machucado a pessoa que mais amo nesse mundo, e você não merece isso.. 
  - Desculpa também, pelo meu orgulho besta e por ter confundido as coisas entre nós.. - Falei.
  - Você não confundiu nada, amor. - Ele falou calmamente. - Vou provar que te amo, e que não existe mais ninguém além de você.. Só.. Só não desista de mim. - Sua voz ficou baixa, e ele apenas sussurrou. - Por favor..
  Em seguida ele desligou o telefone, e eu sussurrei para a ligação muda..
  - Nunca..


...
  
  A noite chegou, serena e triste.. Sem estrelas, apenas a Lua solitária em um céu infinito.
  Os meninos realizariam um show hoje, e o Louis, um dos meus melhores amigos, pediu para que eu assistisse.. Pois seria transmitido pela televisão, para o público em geral.
  Quando o relógio marcou dez horas, me joguei no sofá, e por um longo tempo fiquei mudando os canais, sem dar muita importância para o que passava..
  Até o começo do show.

...

  Foi maravilhoso, cada pedacinho, cada música, cada palavra..
  Depois da última música, os fãs pediram mais uma, e o Niall segurou o microfone, e caminhou até a borda do palco..
  - Err.. - Ele estava começando a corar. - Antes de terminar o show, eu queria pedir desculpas a uma pessoa em especial.. - Ele encarou a câmera de tevê.
  Nesse momento, era como se estivesse olhando diretamente em meus olhos, como se estivesse ao meu lado, como se a qualquer segundo me envolveria em um abraço, e prometeria não me soltar nunca mais.. E sim, eu queria ele ao meu lado.
  - Eu sei, eu não sou muito bom com palavras, sei que às vezes te deixo nervosa e magoada, mas saiba que eu me importo contigo sim, eu me importo mas eu não sei demonstrar isso pra ti. 
  Concordei com a cabeça, e pisquei, deixando a primeira lágrima escorrer.
  - Eu choro quando te faço chorar, sinto que machuquei a pessoa que mais amo e sei que, você não merece isso, vou fazer diferente, não vou ir como os outros fizeram contigo, vou ficar, e te prometo, vou ficar para sempre.
  Senti meu coração palpitando mais rápido, e as lágrimas escorrendo com mais intensidade.
  Ele pegou o microfone e olhou bem para a câmera.
  
  Então começou a tocar uma das melodias que eu mais conhecia, e logo em seguida a voz doce de Niall a acompanhou..
  
Across the ocean, across the sea
(Através do oceano, através do mar)
Startin' to forget the way you look at me now
(Estou começando a esquecer o jeito que você me olha agora)
Over the mountains, across the sky
(Sobre as montanhas, através do céu)
Need see your face, I need look into your eyes
(Preciso ver o seu rosto, preciso olhar em seus olhos)
Through the storm and through the clouds
(Através da tempestade e através das nuvens..)

Bumps on the road and upside down now
(Buracos na estrada e confuso)
I know it's hard, baby, sleep at night
(Eu sei que é difícil, querida, dormir a noite)
Don't you worry, cause everything is gonna be alright ai-ai-ai-aight
(Não se preocupe, porque tudo vai ficar bem)
Be alright ai-ai-ai-aight
(Vai ficar bem)

  Ele parou de cantar, e a plateia continuou, enquanto ele encarava a câmera.
  - Eu te amo (S/n). Não desiste de mim.. - Sua voz saiu rouca e baixa, e seus lindos olhos claros estavam marejados, como os meus..
  - Não vou desistir de você, prometo.. - Falei baixinho.
  
  Fim...

Gostaram meus amores?
Comentem *u*
Aceito críticas, elogios, pedidos..
Postou outro imagine quando tiver 5 COMENTÁRIOS..
Beijos.
#Mary

3 comentários:

  1. Nunca chorei tanto ao ler uma fanfic
    Lembrei em uma pessoa q é muito especial pra mim e q eu amo com todas as minhas forças.

    ResponderExcluir