segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Save your life com Louis Tomlinson

                                     
                                                      P.O.V-LOUIS

-Gente eu não quero mais ficar aqui, cansei, não tava nem com vontade de vir, só estou aqui pela insistência do Hazza, acho que já to indo para casa, aproveitem a festa- falei berrando para que Zayn escultasse, mas ele apenas assentiu e continuou beijando a morena, estava com dor de cabeça e já não tão sóbrio como a 2 horas atrás...
   Eu peguei meu casaco e sai da boate onde estava acontecendo uma festa, eu andava até meu carro de cabeça baixa sem prestar muita atenção ao meu redor até que eu começo a ouvir um murmúrio, baixo mas sofrido, quando eu levantei minha cabeça, pude ver, no beco daquela rua escura, um casal, a menina parecia nervosa, ela se debatia nos braços do homem e parecia que seu choro aumentava conforme eu me aproximava dela, quando eu cheguei e fiquei praticamente atrás dos dois eu arregalei meus olhos e fiquei paralisado, aquele homem estava abusando daquela menina indefesa...
    Por um momento eu até pensei não fazer nada para não arrumar confusão, mas era uma garota, ela estava sendo abusada na minha frente, eu não podia sair dali como se eu não tivesse visto nada, então juntando toda minha coragem e sanidade eu falei:
-Ei cara, o que pensa que esta fazendo hein ?
-O que você tem haver com a minha vida ou o que eu faço ou deixo de fazer??
-Larga a moça, ela ta sofrendo, deixe-a ir...
-Eu não, to pouco ligando para o que ela esta sentindo, eu quero fu...
-Olha a boca, não fale assim, pela ultima vez deixe a menina ir embora, ela não merece isso...
-Vai se foder moleque, acha que manda nos ou....- não deixei ele nem terminar a frase e o acertei na cabeça, fazendo-o se desprender da menina que caiu no chão sem roupa alguma, seu rosto inchado e seus olhos vermelhos assustados, eu me virei para o cara e sem perceber que ele já estava tão próximo de mim, ele começou a me bater e eu a revidar,

   Eu já estava cansado, até que sem perceber, ele me acertou com tudo na cabeça e outro no peito me fazendo cair, nisso eu vi algumas pessoas se aproximarem mais, até a garota que agora estava pelo visto com a minha jaqueta, minha mente começou a ficar lenta, minha visão turva e tudo ficou preto, eu tinha desmaiado...
                                        DIA SEGUINTE...
Acordei com muita dor de cabeça, eu me lembrava pouco do que havia acontecido noite passada, meu corpo doía de ponta a ponta e sentia alguns hematomas pelo meu corpo, quando eu abri um pouco meus olhos, pude notar que não estava em casa, estava deitado em uma cama muito fofa em um quarto cheiroso e... rosa, onde eu tava? como vim para aqui ? Estava fazendo essas perguntas para mim enquanto me sentava na cama e quando vejo, a menina que eu tinha ajudado noite passada estava deitada ao meu lado, eu nem tinha notado, quando eu me virei para ver ela, notei que seu rosto estava um pouco enxado e molhado, no mínimo era por conta das lágrimas, seus braços estavam roxos e ela suspirava pesadamente, quando eu estava pronto para me levantar, sinto suas mãos tocando as minhas, eu me viro e ela fala já com seus lindos olhos verdes abertos:
-Bom dia
-Bom dia anjo, como vim parar aqui?
-Você não se lembra de ontem?
-Mais ou menos, apenas alguns flashs...
-Você me salvou ontem... eu te ajudei depois de você ter tomado alguns socos, você me ajudou... eu estava sendo... ai como dói lembrar disso- ela fala já chorando,

 e com essa imagem dela chorando tudo me veio a tona, eu tinha a salvo de ser abusada... quando eu me toquei, eu me deitei ao seu lado e a puxei para mais perto de mim, fazendo-a se deitar em meu peito, eu estava com pena dela, aonde se viu fazer aquilo com ela, uma menina tão pequena, tão frágil, tão sensível, eu não a conhecia mas sabia que ela era tudo aquilo e um pouco mais, eu me sentia na obrigação de cuidar dela, principalmente quando a vi naquele beco escuro... eu tinha que cuidar dela... aos poucos ela foi cessando o choro e foi se endireitando, eu também me sentei e falei:
-Quer conversar sobre isso? o que quer fazer a respeito disso?
-Não sei ainda, aquilo foi um choque, e só não foi pior porque você ainda conseguiu deter o cara, porque ele já estava praticamente me invadindo e você... ah obrigada, você me salvou, eu devo tudo por você...
-O que você estava fazendo ali, naquela rua?
-Eu tava saindo da boate, ai eu estava indo para o carro, tinha avisado algumas amigas minhas que eu não estava muito bem e que já estava indo embora, ai eu fui pega de surpresa e acabou acontecendo tudo aquilo...
-Eu queria ter chego antes... se eu não tivesse bebido...
-Você não tem culpa de nada, nem me conhecer você conhece, mas se tornou meu herói, só por ter ido lá e me ajudado, eu sou inteiramente grata por isso
-Como é seu nome anjo?
-s/n mas pode me chamar de s/a, e você é o Louis neah ?
-É fã da banda ?
-Ouço algumas músicas, acho vocês super bonitos, não esperava conhecer um de você, e muito menos que um dia algum de você iria me salvar...- ela falou meio corada me fazendo sorrir instantaneamente

meu deus, essa menina tinha o sorriso mais lindo que eu já havia visto, um branco reluzente, suas bochechas com covinhas e seus cabelos longos um pouco caracolados nas pontas, castanhos sedosos, meu deus essa menina era linda demais, nesse momento eu não sabia o que fazer, não sentia meu corpo fazer nada, apenas sentia meu coração bater mais rápido a cada segundo, quando fui ver meu corpo estava mais perto do dela e eu estava indo beijá-la mas mas ela desviou e se levantou na hora tropeçando em nossos sapatos e falou:
-Bom... vá tomar um banho que eu vou preparar algo para comermos, já são 12h... vai lá
-Ok, como quiser...
   Eu fui tomar o banho e ela foi para a cozinha preparar algo, quando terminei, coloquei apenas minha cueca e calça e fiquei descalço mesmo, acho que não teria problemas se eu ficasse assim, quando fui procurar ela, a encontrei preparando algo no microondas, eu me aproximei e vi ela encostada na pia, de cabeça baixa, eu fiquei ao seu lado por um tempo até finalmente falar:
-O que tanto pensa?
-Em tudo, o que poderia ter acontecido ontem se você não tivesse aparecido, por que eu? Eu nunca fiz nada, sou uma moça tão certa, sou virgem, nunca nem pensei em nada disso e o cara vai lá e faz isso comigo, por que isso Louis, porque...
-Venha cá- eu a puxei para um abraço,

 ela era tão pequena, tão magrinha, digo de um jeito tão perfeito, ela se encaixava perfeitamente em meus braços, eu beijei o topo da sua cabeça e falei:
-Imagino que sua mente deve estar a mil por hora, pensando em tudo isso, mas não vai adiantar nada, aquilo já passou, ainda bem que eu aparecia lá, que eu a salvei, mesmo estando naquele estado, eu consegui te ajudar, você também me ajudou, me trazendo para cá, cuidando de mim, mesmo estando abalada, eu imagino que o susto não vai passar tão rápido e não adianta eu falar que você vai esquecer por que essas coisas não dão para se esquecer da noite pro dia, mas saiba que daqui para frente você não estará sozinha, você tem a mim agora, eu senti que tinha que te ajudar ontem, e não foi isso que fiz, eu salvei a vida de uma menina que com apenas seus gestos me encantou e que eu pretendo conviver para o resto da minha vida,me deixe ser aquele a
acender a chama em seus olhos,você tem estado sozinha, você nem mesmo me conhece mas
me deixe ser aquele a elevar seu coração e salvar sua vida,não acho que você ao menos perceba anjo, que é você quem me salvou, todos nós precisamos de algo isso não pode acabar agora, por favor, me deixe ser esse cara, prometo não te decepcionar...
-Acho que já o encontrei Louis, eu também não o conheço muito bem, mas já confio mais nele do que em muitas pessoas e espero que ele esteja mesmo ao meu lado como esta dizendo agora, por que que eu não suportaria viver sem ele, não mais...- ela falou descolando do meu corpo e ficando na ponta dos pés, se aproximou do meu ouvido e sussurrou- acho que estou apaixonada por você Lou...
-Eu também meu anjo, eu prometo por todos que eu amo, vou te proteger hoje e sempre meu amor... sinto na obrigação de fazer isso e estou honrado por ter te conhecido e te salvado, estou ainda mais honrado por você ter me escolhido para ser o homem que que vai cuidar de você sempre, eu te amo minha pequena....
-Eu também meu amor, obrigado por ter me salvo...
-Obrigada você que me mostrou o quanto a vida vale a pena quando encontramos a pessoa certa...- eu falei me abaixando e finalmente a beijei, era um beijo doce e viciante, uma sensação única me invadiu, uma coisa tão boa que senti apenas com ela e que eu não queria perder nem hoje e nem nunca mais...



          FIM :)

LINDAS, ESPERO QUE GOSTEM, EU COLOQUEI ALGUNS PEQUENOS TRECHOS DA MÚSICA DIANA DOS MENINOS, MUDEI ALGUMAS POUCAS PALAVRAS MAS DÁ PARA NOTAR, ESPERO QUE TENHAM GOSTADO E COMENTEM, SUGESTÕES, CRÍTICAS, PEDIDOS, QUALQUER COISA, APENAS COMENTEM...
#Naty

4 comentários: