sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Imagine H-O-T com o Malik - Parte 2

Oie meninas, aqui está a segunda parte do imagine com o Zayn U.u
Gostaram da primeira? P.s. essa é realmente a parte hot, aquele era só o comecinho, a história inicial...
Sem mais delongas...vamos ao imagine...por que eu tenho certeza que vocês estão, hum, animadas, pra ler...rsrsrs

  P.O.V. Zayn... (continuação)
  Ela nem fez menção de se mexer quando nossos corpos ficaram realmente bem perto um do outro, apenas me olhou, analisando-me...
  - Tenho certeza que você não veio aqui para me entregar o casaco. - Ela falou sedutoramente, depois passou a mão por entre meus cabelos, bagunçando-os um pouco.
  - Err...claro que vim aqui apenas para te entregar o casaco, o que mais poderia fazer? - Soltei tudo de uma vez só...ela com certeza iria perceber meu nervosismo.
  - Tem..certeza? - Seus olhos analisaram-me de cima a baixo, e ela se demorou mais na região do...vocês sabem o que...
  
  - Err.. - Não consegui responder. Claro que eu não tinha entrado ali por causa de um mísero casaco, era por causa dela, dela, mas eu tinha, e ainda tenho receio das consequências que posso causar...mas era inevitável..eu não a deixaria ali, naquele estado, não hoje, não agora.
  Ela veio até mim, e me deu um beijo, suas mãos foram para meus cabelos e ela os puxava, como se quisesse fazer com que nossos corpos pudessem ficar ainda mais próximos, como se isso fosse fisicamente possível...pelo visto não era apenas em mim que crescia aquele desejo ardente...
  
  Era como se o mundo tivesse parado de girar, para fazer com que nosso momento durasse mais...Quando nossas línguas se encontraram, eu senti que estava realmente perdido, e para ajudar...perdidamente apaixonada por essa menina.
  Paramos o beijo por falta de fôlego, minha boca doía, pela intensidade de nosso ardente desejo, mais não foi empecilho para dar mais alguns beijos naquela menina...Ela era a própria definição do pecado!
  Segurei seus quadris, e a levantei a alguns centímetros do chão..e a empurrei em direção a parede mais próxima..ela pressionava seu quadril contra o meu corpo, fortemente, fazendo-me até suspirar, por estar dolorosamente ciente do que aquela toalha estava escondendo. Ela já havia percebido o poder que exercia sobre mim..
  Seus dedos escorregaram de minha nuca para o tecido de minha camiseta...E ela apenas segurou o material. Naquela posição era capaz de sentir cada curva do seu delicioso corpo, e isso foi o suficiente para sobrecarregar meu desejo, e minha necessidade insana...
  Era uma ação completamente errada, um profissional, como eu, sendo levado ao delírio apenas por estar perto demais de uma de suas alunas...Mas, naquela pequena fração de segundo, senti como se isso fosse, certo...por mais estranho e insano que possa parecer. E tive a sensação, ou apenas a ilusão de que seu corpo se encaixava perfeitamente no meu, como se tivéssemos sidos criados para nos encontrar.
  Seu coração batia descompassadamente...
  Ela respirava aceleradamente pela boca, seus olhos estavam fechados, e eu estava analisando sua beleza...aquilo era, ou não comum?
  
 
  P.O.V. (S/n): 
  O Malik me prendia a parede, eu conseguia sentir cada músculo daquele corpo enlouquecedor espremido contra meu corpo, sua respiração estava acelerada e descompassada, e seu rosto estava encostado na parede atrás de mim...Ele me pressionava seu corpo contra o meu, pressionando seu...como eu posso dizer isso de um jeito bonitinho?...seu amiguinho, contra mu corpo...e fazendo-me soltar uns gemidos em seu ouvido.
  - (S/n) ...- Ele sussurrou ao meu ouvido com a voz trêmula...
  Senti seu membro endurecer mais entre minhas pernas, e mesmo estando separada dele por algumas camadas de roupa me senti exitada ao mesmo ponto que Malik...eu precisava daquele homem dentro de mim. Meu Deus, e como precisava...
  A cada segundo ficava mais difícil suportar...Olhei fixamente em seus olhos, tensão, desejo, ardência..Segurei seus ombros com força, e ele levantou-me do chão, até que minhas pernas pudessem ficar entrelaçadas em seu peitoral definido. Então ele tirou minha toalha, e jogou no chão, enquanto segurava-me pelas minhas coxas, e me lançava um olhar malicioso...
  Ele começou a roçar em mim..Segurei sua camisa com uma das mãos, com força, me segurando para não gritar de tanto desejo, enquanto a outra encontrava o caminho da sua nuca e segurava seus cabelos com força...
   - Era isso que você queria? - Ele perguntou sem fôlego, com aquela voz baixa e extremamente provocante, quando minhas mãos arranharam suas costas, com força. Ele me encarou, demoradamente, de pois apertou um pouco mais minhas coxas e mordeu, com vontade, o lábio inferior. - Você é tão linda..ao ponto de me fazer ficar insano, sabia disso?
  
  Não conseguia nem mesmo me mexer, e então, sem nenhum aviso ele colocou dois dedos em mim..ele os movia vagarosamente, apenas me dando mais prazer. E tanto eu, como ele estávamos gemendo, um ao pé do ouvido do outro, causando um misto de sensações, e aumentando nossa vontade um do outro...
  Ele tirou os dedos de mim, causando-me nostalgia, estava tão...bom. Suas mãos subiram para meus seios, nus, e ele começou a apertá-los, mas sem força alguma, apenas prazer...
  Eu não conseguia aguentar mais! Minhas pernas fraquejaram, e eu precisava dele dentro de mim, agora!, senão, muito talvez eu entraria em combustão instantânea...
    - Malik, Meus Deus..eu preciso de você... - Um sorriso de compreensão espalhou-se pelo seu rosto, e deu uma leve arfada...
   Ele colocou-me de pé no chão, em seguida suas mãos, grandes, fortes, e deliciosas, foram para a barra da sua blusa, e ele a tirou, exibindo pela segunda vez naquele mesmo dia seu corpo perfeitamente escultural, e que me levaria a loucura.. Ele jogou a camisa em alguma parte do vestiário, que eu não vi direito onde..
  Me encostei na parede, senão com toda certeza cairia para trás com tanta perfeição...Suas mãos, desceram lentamente pelo próprio abdomem, em direção ao zíper de sua bermuda...
  Nesse exato momento congelei. Aquilo era realidade, ou era apenas mais um dos sonhos eróticos que eu havia tido com ele?
  Após tirar a bermuda e também jogá-la em algum lugar do vestiário, ele quebrou a distância entre nós com alguns passos, depois me olhou analisando-me...aposto que estava com a maior cara de pervertida..
  - Quer ter a honra? - Ele olhou para o seu membro, fazendo-me olhar para lá também, e digamos que, o Malik estava bem animado, rsrsrs
  Minhas mãos foram diretamente para a barra da boxer, e eu a puxei para baixo imediatamente, deixando seu membro ereto a mostra....
  Ele se sentou em um dos grandes bancos de concreto espalhados pelo vestiário, e me puxou, fazendo-me sentar em seu colo, o mais calmamente possível, seus olhos me analisaram.. e enfim, ele apoiou a cabeça em meu pescoço e sussurrou, com aquela voz devastante:
  - Está pronta? - Senti meu coração suspirar, aquele era o nosso momento...a quanto tempo eu tenho sonhado com isso, e ninguém nunca desconfiou..
  - S-sim... - Consegui balbuciar...
  
  Ele segurou minhas coxas fortemente, ele me deu um beijo ardente e então colocou seu membro dentro de mim, fazendo-me gemer de um desejo incessante...Ah, como aquele homem era perfeito..
  Suas mãos começaram a percorrer cada centímetro do meu corpo, com agilidade, e ele ia dando leve apertões, que me faziam suspirar, e ao mesmo tempo segurar seus cabelos com mais força.
  Seus movimentos eram rápidos e frenéticos, e a cada estocada eu me sentia mais perto do clímax. Ah, eu poderia aguentar isso toda semana, até mesmo todo dia, se fosse com esse homem. Nunca ninguém me levou a loucura com ele me leva, ninguém nunca foi o bastante porque sem mais nem menos, eu sou feita para ele...
  Dentro de pouco tempo atingi o clímax, senti meu corpo inteiro relaxar, minhas pernas babearam, e minha mente idealizada uma explosão de estrelas...
  Ele me levantou um pouco, e tirou seu membro de mim. Depois ele me apertou contra o seu peito nu, e passou as grandes mãos pelos meus cabelos, e acompanhando minhas costas...
  Suados, cansados, realizados...
  - Já disse que você é minha aluna preferida? - Ele disse ao pé do meu ouvido com a voz rouca, e a respiração quente deixada em minha pele.
  - E você é, com certeza, meu professor preferido. - Eu respondi, quase sem fôlego...
  Ele me segurou mais fortemente em seus braços, e me deu um beijo ansioso... Paramos apenas por conta dos passos ecoados pelo corredor, ele colocou-me de pé, e se levantou também.
  E enquanto eu me trocava, ele procurava o exato lugar onde suas peças de roupa foram parar...Depois quando estávamos decentemente trocados, (ou vestidos, como preferir) ouvimos os passos mais perto..
  Fiz menção de sair pela porta, mas ele segurou-me pelo braço, dando-me mais um demorado selinho, em seguida sussurrou apenas alto o bastante para eu ouvir:
  - Te espero semana que vem...err...não aula, claro... - Com certeza eu estaria presente, mas não apenas para desfrutar da aula...
  - Até mais, Malik.
  Ele soltou meu braço e eu sai do vestiário sorrindo... Até semana que vem...
 
   FIIIIIIIM

GOSTARAM MENINAS??
Não sei se ficou muito bom...
POSTO OUTRO IMAGINE, COM QUEM VOCÊS QUISEREM QUANDO TIVER 5 COMENTÁRIOS u.u
Bônus:
Quando a sala está em silêncio levando um sermão da professora e ela fala uma palavra de duplo sentido:
image(Hazz <33)
#Mary <3

4 comentários:

  1. eu ameiii ta divoo vc escreve bem pra caramba !!

    ResponderExcluir
  2. Ficou mt bom. Faz um do Nini por favor? Já até pedi um pra mim, mas vc escreve tão bem q eu iria adorar se vc pudesse fazer outro dele. Obrigada :D

    ResponderExcluir