terça-feira, 30 de julho de 2013

Forever...com Louis Tomlinson

Lindas, vou postar um imagine com o Tommo, espero que vcs gostem, e comentem....

  Hoje era eu último dia em Londres, já havia terminado a faculdade à duas semanas e meus pais não tinham mais condições de me manter em solo britânico para sempre...
  Estava parada na frente da casa do meu melhor amigo, Louis. Nós nos demos muito bem desde que nos conhecemos, na faculdade, ele se tornou umas das pessoas em que eu mais confio, e amo nesse mundo...
  Sei que seria muito difícil para ele encarar tudo...também estava sendo muito difícil pra mim. Dei um longo suspiro e toquei a campainha.
  - Oieeeeee (S/n)... - ele abriu a porta, e me olhou sorrindo, aquele sorriso encantador, e brincalhão que só ele possui...

  - Oie, Lou... - minha voz estava um pouco deprimida, mas sorri mesmo assim.
  Entro na casa, e me sento no enorme sofá, ele se senta ao meu lado. No lugar que eu esperava que ele fosse sentar...Respiro fundo. Uma, duas vezes....
  - Louis, eu preciso te falar uma coisa... - Ele me olha, os olhos claros cintilando...minha garganta parecia estar inchada, contei dez batidas de coração, suspirei e abri a boca para falar, na esperança de que algum som saísse... - Lou, eu...eu vou...e-embora.... - consegui dizer essa frase, como um sussurro sufocado, por causa da angústia que eu estava sentindo...
  - Você o que?? - sua voz era elevada, tinha um toque de surpresa, misturada a imensa dor...
  - Louis... - minha voz saiu como um sussurro novamente, e eu não consegui terminar a frase, tentava segurar as lágrimas que ardiam em meus olhos, ao ver a dor que estava provocando nele. - Me desculpe. Não queria te dar a notícia assim, mas meus pais não tem mais condições de me manter aqui. Sério, me des...
  Ele me abraçou fortemente...

  Não consegui mais conter as lágrimas em meus olhos, elas simplesmente transbordaram pelos cantos dos meus olhos. Depois ele sussurrou em meu ouvido:
  - Não precisa se desculpar... - ele começou a acariciar de leve o meu cabelo, e a minha nuca, depois deu um suspiro e falou. - Para quando é o voo??
  - Amanhã, às 9h A.M. - respondi quase sem voz...
  - Amanhã?? - sua voz subiu dois oitavos. Nosso abraço se desfez, lentamente... - Mas já??
  - Me desculpe... - não consegui pensar em nada mais coerente para falar no momento, era como se nada mais importasse naquele momento, a não ser ele.
  - Não é culpa sua, é que...eu não estava preparado para ouvir isso. - sua voz voltou para o tom normal, apenas com umas pontadas de dor, e angústia... - Não agora... - essas últimas palavras demonstraram toda a fragilidade, e a dor que ele sentia, como se ele voltasse a ser o menino que conheci nos primeiros dias de aula...
  - Eu não...
  - Não me deixa (S/n)... - as lágrimas finalmente  escorreram de seus olhos claros, pelas maçãs de seu rosto... Isso, consequentemente, fez com que as lágrimas em meus olhos duplicassem a intensidade.
  Tentei dizer algo, mas as palavras não saíram...sufocaram-se na minha garganta. Me inclinei e o puxei para um abraço, demorado, triste, bom...
  Nunca havia percebido que se eu deixasse o Louis e fosse embora, tanto a minha vida, como a vida dele, perderiam o sentidoaté agora... se eu o deixasse, não só o perderia, mas me perderia, também, consequentemente... era como se estivéssemos ligados, por uma estranha força natural...
  Ele levantou o rosto, os olhos vermelhos e inchados focalizaram-se nos meus, que deviam estar da mesma maneira, tentei soltar um sorriso, entre lágrimas, mas achoque saiu mais para uma careta, pois ele sorrio, o meu sorriso favorito nesse mundo...

  - Eu te amo...
  - Eu te amo mais Louis... - de repente fui dominada pela verdade de minhas palavras...
  Ele começou a se aproximar lentamente do meu rosto, a ponta de seus dedos quentes enxugou as minhas lágrimas que insistiam em cair, depois ele sussurrou:
  - Não importa para onde você for, (S/n)...eu te seguirei, sem você não posso viver, você é o sentido da minha vida, você é a pessoa que me prende a esse mundo, estranho e insignificante... - ele soltou novamente meu sorriso preferido... - Eu te amo, (S/n).
  - Eu te amo demais Louis.
  - Para sempre...
  - Pra mim parece perfeito.
  Ele se inclinou mais, e seus lábios se encaixaram perfeitamente nos meus, movendo-se em sincronia....

  E naquele momento 'nós' éramos tão certos, perfeitos um para o outro, ele era tudo o que eu queria, e tudo o que eu eu precisava...Nós pertencíamos um ao outro, não havia dúvidas....

Meninas, comentem por favor....adorooo ler os comentários de vcs, desculpa não postar com muita frequencia, estava meio sem tempo nessas férias, vou me esforçar pra postar mais, prometoo xx
Espero que tenham gostado desse imagine. Qualquer coisa, podem falar cmg no twitter, é: @MahomieHazz se seguir eu sigo de volta, tá amores??
Peçam com quem vcs querem os próximos imagines, que iremos postar...
Bjsss
Bônus: Vcs são ....AMO VCS xx

#Mary


2 comentários: